dsg501@outlook.com

O que é 501st ?

Visite o site internacional www.501st.com

Carta da Legião

Artigo I: Nome

501ª Legião (também conhecida como “a Legião”, “a 501ª” e “Punho de Vader”)

Artigo II: Missão

  1. A 501st Legion é uma organização internacional de fantasias STAR WARS ™ dedicada a celebrar o universo de STAR WARS através da criação, exibição e uso de figurinos de personagens de qualidade que representam os personagens vilões das sagas de STAR WARS .
  2. A Legião promove o interesse em STAR WARS e facilita o uso desses trajes para eventos relacionados a STAR WARS, bem como contribui para a comunidade local por meio de caridade fantasiada e trabalho voluntário.

Artigo III: Representação

A 501ª Legião reconhece que os membros da Legião não reivindicam os direitos autorais e a propriedade intelectual da Lucasfilm Ltd. (LFL), exceto pelos privilégios autorizados para a organização pela LFL. Os membros reconhecem e aceitam que, por autorização, retratam os personagens de STAR WARS quando fantasiados e agindo em nome da Legião. Ao representar a Legião, os membros concordam em fazê-lo com cortesia, profissionalismo e responsabilidade em todos os momentos.

Artigo IV: Associação

  1. A 501ª Legião é um clube inclusivo, de oportunidades iguais e não discriminatório. A associação é aberta a pessoas de 18 anos ou mais que possuam um traje que atenda aos padrões de exatidão, integridade e qualidade de construção, conforme exigido pela Legião.
  2. Na admissão, um novo membro pode escolher ou receber um número de operação exclusivo. Os prefixos de código de duas letras correspondentes aos trajes aprovados estão associados a esse número. O número de operação é exclusivo para o membro individual e não é transferível. Direitos e privilégios são concedidos aos membros de acordo com seu status como ativo ou não.
  3. Os membros concordam em usar e vestir suas roupas de acordo com os requisitos de participação estabelecidos pela Legião.
  4. Espera-se que os Membros cumpram suas respectivas leis locais, regionais e nacionais aplicáveis.
  5. O direito de conceder, negar ou suspender a associação é reservado por e sob a autoridade exclusiva do Comando da Legião e não pode ser substituído por quaisquer regras de qualquer subdivisão ou unidade da Legião. A associação pode ser imediata e permanentemente revogada pelo Comando da Legião em casos de história criminal não revelada, condenação por crimes violentos ou crime contra crianças. Todas as outras ações disciplinares seguem o processo descrito no Protocolo de Operações.
  6. A 501ª Legião reserva-se o direito de negar ou revogar a associação a qualquer momento, com base em qualquer histórico criminal anterior, conforme descrito no Protocolo de Operações e de acordo com as leis do país ou região aplicável. O aviso de tal negação ou revogação será arquivado no 501º Conselho da Legião.

Artigo V: Organização

  1. A 501ª Legião é um clube mundial organizado em Guarnições, Esquadras e Postos Avançados. Um nível de Comando da Legião que consiste no Oficial de Legion Commanding, Legion Executive Officer e uma equipe administrativa coordena a organização. A Legião reconhece que a maioria das atividades será em nível local. Por essa razão, a Legião é dividida em subdivisões com base em limites geográficos. A lista e os limites das guarnições, esquadras e postos avançados são mantidos pelo capitão da Legião da Guarda.
  2. O Conselho da Legião é um corpo composto pelo Comando da Legião e representantes de cada Guarnição e Posto Avançado. Este conselho é moderado pelo oficial comandante da Legião. Os membros da Legião podem apresentar questões de discórdia ou preocupação perante o Conselho por meio de seus representantes do Conselho ou, nos casos em que suas questões estiverem com seus representantes do Conselho, por meio de qualquer outro membro do Conselho (que inclui o Comando da Legião).
  3. Destacamentos são grupos de recursos especiais que se concentram em um traje específico ou categoria de traje e não estão limitados pela geografia.

Artigo VI: Oficiais da Legião

  1. Legion Commanding Officer (LCO): O LCO é o principal administrador e presidente do clube. O LCO designa uma equipe administrativa para auxiliar nas operações do clube, que pode incluir, mas não se limita a formular políticas, moderar o Conselho da Legião e organizar parcerias com terceiros.
  2. Legion Executive Officer (LXO): O LXO auxilia o LCO nas operações do clube como vice-presidente. O LXO pode desempenhar as funções atribuídas pelo LCO e atuará como presidente do clube na ausência do LCO.
  3. Legião Capitão da Guarda (LCOG): O escritório do LCOG interpreta e aplica as regras do clube. O escritório do LCOG serve como um mediador imparcial para disputas entre membros ou oficiais, supervisiona audiências disciplinares, modela as eleições da Legião e mantém o mapa de unidades da Legião.
  4. Legion Membership Officer (LMO): O escritório do LMO é responsável por revisar e processar os pedidos de associação e manter as informações dos membros no banco de dados Legião. O LMO conduz políticas de figurino, incluindo tipos aceitáveis ​​de figurinos para associação e controle de qualidade das apresentações de fantasia. O LMO é o árbitro final de questões e aprovações de figurinos de membros. O LMO supervisiona e aconselha Destacamentos, Ligações de Filiação à Guarnição e Ligações na Web da Guarnição.
  5. Legion Webmaster (LWM): O escritório do LWM gerencia todos os recursos da Web da Legion e aconselha Webmasters de unidades.
  6. Legion Merchandising and Branding Officer (LMBO): O escritório do LMBO supervisiona todas as operações de mercadorias Legion, incluindo as unidades locais. O LMBO garante que todos os projetos de mercadorias cumpram as regras e diretrizes que regem o uso de imagens, preços e distribuição.
  7. Legion Public Relations Officer (LPRO): O escritório do LPRO serve como defensor da Legião e principal ponto de contato com as partes públicas e externas. O LPRO serve como editor executivo de todas as publicações Legion e produções multimídia. O escritório do LPRO também serve como o principal ponto de contato para celebridades e VIPs.
  8. Legion Charity Representative (LCR): O escritório da LCR serve como principal ponto de contato da Legião com organizações de caridade externas. O LCR gerencia a documentação das atividades de caridade da Legião e pode publicar e promover os esforços de caridade da Legião para os membros e o público.
  9. Legion Event Coordinator (LEC): O escritório do LEC atua como o principal suporte da Legion para Coordenadores de Eventos de Unidade. O LEC serve como ligação para eventos que abrangem várias unidades de legião. O LEC também é um contato com o escritório de relações com fãs da Lucasfilm Ltd / Disney. O LEC gerencia a documentação das atividades do evento Legião e pode publicar e promover os esforços de tropa da Legião para os membros e o público.
  10. Coletivamente, os oficiais listados aqui são referidos como “Comando da Legião”.

Oficiais da Unidade

Oficiais de guarnição

  1. Oficial Comandante da Guarnição (CO ou GCO): O CO é eleito pelos membros da Guarnição. O CO é o principal administrador da Guarnição e é responsável pelas operações da Guarnição e pela coordenação de eventos que ocorrem dentro dos limites da Guarnição. O CO é responsável por manter as comunicações com o Conselho da Legião e o Comando da Legião. O CO também nomeia os oficiais e funcionários da Guarnição e administra as regras do fórum local. O CO é o principal representante dos membros da Guarnição no Conselho da Legião, e é responsável por designar representantes adicionais do Conselho requeridos da Guarnição.
  2. Oficial executivo de guarnição (XO ou GXO): O XO é nomeado pelo CO. O XO pode desempenhar funções conforme designado pelo CO e assumirá a liderança da Guarnição na ausência do CO.
  3. GML (Garrison Membership Liaison): O GML é nomeado pelo CO. O GML é responsável por revisar e processar os pedidos de associação e manter as informações dos membros do Garrison no banco de dados do Legion. O GML reporta ao CO e ao LMO. Para mais informações sobre os deveres e responsabilidades do GML, consulte o Guia de Sobrevivência do GML .
  4. Oficial de Relações Públicas da Guarnição (GPRO): O GPRO é nomeado pelo oficial comandante da guarnição. O GPRO ajuda o GCO a promover a Unidade ao público e também pode ser convocado pela Legion PRO para ajudar na promoção pública da Legião.
  5. Contato na Web da Guarnição (GWL): A GWL é nomeada pelo Oficial de Comando da Guarnição. O GWL auxilia o GML na preparação e gerenciamento dos Perfis de Membro Garrison e é diretamente responsável pelo processamento e gerenciamento das Imagens de Perfil de Membro Garrison.

Oficiais de esquadrão

  1. Líder de Esquadrão (SL): O SL é eleito pela associação do Esquadrão. O SL é o coordenador do evento para a área local em que o Esquadrão opera. O SL se reporta diretamente à liderança do pai da Garrison.

Funcionários do posto avançado

  1. Líder do Posto Avançado (OL): O OL de um Posto Avançado é eleito pela associação ao Outpost. O OL é o administrador chefe do Posto Avançado e é responsável pelas operações do Posto Avançado e pela coordenação de eventos que ocorrem dentro dos limites do Posto Avançado. O OL é responsável por manter as comunicações com o Conselho da Legião e o Comando da Legião. O OL também nomeia todos os oficiais e funcionários necessários do Outpost, e administra as regras do fórum local. O OL é o representante principal do grupo Outpost no Legion Council, e é responsável por designar representantes adicionais do Conselho requeridos do Outpost.

Oficiais de Destacamento

  1. Líder de Destacamento (DL): O DL é eleito pela associação de Destacamento. O DL é o administrador chefe do Destacamento e é responsável pelas operações do destacamento e pelo gerenciamento de pesquisas e informações sobre criação e construção de figurinos. O DL também indica quaisquer oficiais e funcionários de Destacamento necessários. Os DLs são supervisionados e representados no Conselho pelo LMO. Um DL tem as seguintes responsabilidades:
    1. Verifique o status de membro na Legião com a roupa aprovada e conceda o acesso apropriado para membros ativos da Legião em boas condições a áreas de destacamentos.
    1. Monitore e modere os fóruns de desatenção, indicando moderadores adicionais conforme necessário.
    1. Assegure-se de que o site de Detachment esteja adequadamente atualizado e que o conteúdo seja preciso e atualizado.
    1. Participe dos fóruns da Legion e aconselhe outras DLs e GMLs conforme necessário.
    1. Manter contato com o LMO e relatar qualquer problema ou controvérsia relacionada ao figurino.

Artigo VII: Eleições

  1. Os escritórios de LCO, Garrison e Outpost COs, Líderes de Esquadrão e Líderes de Destacamento são todos cargos eleitos na Legião. Todos os outros cargos são nomeados pelo seu respectivo oficial de supervisão.
  2. Membros ativos em situação regular são elegíveis para concorrer a cargos eletivos e votar em eleições dentro de suas unidades atualmente designadas.
  3. Todos os cargos eleitos servem mandatos de um ano.
  4. O escritório da LCO é eleito por maioria de votos dos membros ativos da Legião. Os escritórios de Garrison e Outpost CO, Líder de Esquadrão e Líder de Destacamento são eleitos por maioria de votos dos membros ativos de cada respectiva unidade. O sistema de votação é definido no Protocolo de Operações.
  5. As eleições anuais são obrigatórias para todas as unidades, a menos que um funcionário titular permaneça incontestado, caso em que uma eleição pode ser dispensada.
  6. No caso de um comandante ou líder da unidade ser incapaz de continuar em seu escritório, essa unidade poderá realizar uma eleição imediata de emergência para uma substituição (conforme descrito no OP). As unidades que mantêm um diretor executivo estarão sob a autoridade desse executivo até a conclusão da eleição de emergência. Se tanto o comandante quanto o diretor executivo não puderem servir, o COG da Legião assumirá temporariamente a liderança nominal até a conclusão da eleição de emergência. Se um Líder de Esquadrão e o Esquadrão XO não puderem continuar em seu escritório, o CO da Guarnição parental assumirá a responsabilidade administrativa até que a eleição de emergência do Esquadrão seja concluída. A incapacidade de servir pode ser determinada pela demissão voluntária do cargo,
  7. Qualquer unidade da Legião (incluindo a própria Legião) pode resolver problemas notórios na liderança, solicitando uma eleição de recall do líder da unidade. Pedidos de eleições recordatórias devem ser submetidos ao Capitão da Legião da Guarda para consulta, revisão e aprovação antes de prosseguir. Eleições de recall não devem ser usadas para expressar insatisfação com os resultados de um processo eleitoral conduzido e legitimamente conduzido (preocupações com eleições conduzidas indevidamente devem ser encaminhadas ao COG da Legião, e estão fora do escopo desta provisão).

Artigo VIII: Políticas e Emendas

  1. Um comitê será formado e supervisionado pelo Comando da Legião, consistindo de vários membros da Legião para supervisionar e administrar emendas à Carta. Esse comitê é chamado de Comitê de Revisão da Carta (CRC).
  2. Emendas à Carta podem ser propostas por qualquer membro ativo da Legião para a CRC diretamente ou através de seu representante do Conselho da Legião a qualquer momento.
  3. As propostas preliminares serão submetidas ao Conselho da Legião para revisão. Durante a revisão, a proposta poderá ser revisada pela CDC com sugestões do Conselho da Legião. Os membros do Conselho da Legião estão autorizados a compartilhar trabalhos em andamento com seus respectivos membros da unidade para uma contribuição adicional. A conclusão das revisões deve ser feita no prazo máximo de 10 dias após a apresentação do rascunho.
  4. Ao atingir um estado satisfatório de conclusão da proposta, significando aprovar uma votação de maioria de dois terços dos membros participantes do Conselho da Legião, o Conselho da Legião apresentará a proposta completa aos membros da Legião para ratificação.
  5. As propostas requerem uma maioria de dois terços dos membros votantes da Legião para passar.
  6. Se aprovada, a proposta se torna uma emenda e entra em vigor imediatamente após a conclusão da votação.
  7. As emendas que não forem aprovadas pelo Conselho da Legião ou ratificadas pela Legião podem não ser votadas novamente pelo respectivo órgão por um período de um ano a partir do encerramento da votação relevante, a menos que surjam novas circunstâncias documentadas que possam influenciar discussão e votação. O subsídio para uma nova votação dentro dessa janela de 12 meses requer o acordo do Oficial de Legion Commanding, Legion Executive Officer e Legion Captain of the Guard.

Artigo IX: Mercadorias e Branding

  1. A 501ª Legião é um clube com base em uma propriedade protegida por direitos autorais e não está autorizada a lucrar com a venda de imagens ou idéias que ostentem mercadorias da propriedade STAR WARS .
  2. Mercadorias ou materiais criados para promover ou anunciar a 501ª Legião (referida aqui como “mercadoria”) serão vendidos apenas para membros da Legião 501ª e da Legião Rebelde e pelo custo. A mercadoria não deve ser vendida ao público em geral, a menos que seja autorizada e aprovada pelo Comando da Legião e pela Lucasfilm Ltd. Todas as mercadorias devem atender às diretrizes da Legião e aprovadas pela Legião antes da produção. As mercadorias que não cumprirem estas diretrizes serão consideradas não autorizadas e sua venda será proibida aos membros da 501ª Legião. Produzir ou distribuir mercadorias não autorizadas pode estar sujeito a ação disciplinar pela Legião.
  3. Qualquer item que contenha as palavras “501ª Legião”, “Luta 501º”, “Punho de Vader”, o 501º Logotipo, URLs ou de qualquer sub-unidade da Legião, ou qualquer outro termo ou imagem que possa ser razoavelmente identificado com a Legião Legião ou suas sub-unidades são consideradas representativas da 501ª Legião. As propostas para tais itens devem ser analisadas pelo escritório do Legion Merchandising and Branding Officer, e a aprovação deve ser concedida pelo LMBO antes da produção.
  4. A Legião não endossa ou administra a criação ou a venda de adereços, fantasias ou peças de fantasia ou materiais por qualquer pessoa para venda a terceiros. A Legião não intervirá em vendas ou transações privadas de mercadorias ou produtos que não sejam da Legião. As regras da legião não se estendem a quaisquer disputas relacionadas a esses assuntos.

Artigo X: Ação Disciplinar

Quando os padrões de conduta da Legião são violados, é uma necessidade infeliz enfrentá-los. Embora a Legião reconheça que a associação é voluntária e deve ser divertida, ela também reconhece que deve haver alguma proteção concedida a seus membros por abuso e má conduta. Para este fim, a Legião adere à seguinte prescrição para ação disciplinar.

  1. Todos os comandantes devem impor as regras da Legião em suas respectivas jurisdições. Qualquer membro se comportando de maneira inaceitável ou violando as regras da Legião ou seus princípios está sujeito a ação disciplinar. As disputas dentro de qualquer subdivisão da Legião devem ser gerenciadas pelo comandante da subdivisão, a menos que o comandante esteja envolvido na disputa ou haja qualquer outro claro conflito de interesse da sua parte, caso em que a disputa deve ser escalada para o nível da Legião.
  2. As reclamações devem ser dirigidas pelos membros ao seu comandante imediato. O comandante é responsável por mediar a disputa. Esta ação pode tomar a forma de uma reunião informal entre as partes até audiências formais.
  3. O Capitão da Guarda da Legião deve ser notificado antes de iniciar qualquer audiência em qualquer nível e ter a opção de observar os procedimentos ou ser incluído nas comunicações relacionadas à audiência.
  4. No caso de um conflito ou reclamação envolver membros de unidades diferentes, o comandante do reclamante principal serve como o presidente e conduz uma reunião ou audiência com o réu e o comandante da unidade do réu. Se uma das partes envolvidas em uma disputa for um oficial de uma unidade, a audiência será supervisionada pelo Capitão da Legião da Guarda ou por um representante designado.
  5. Todas as audiências são conduzidas no fórum da Legião, a menos que seja indicado de outra forma pelo Capitão da Legião da Guarda.
  6. Nenhum membro pode ser removido da Legião sem o conhecimento e aprovação do Comando da Legião.
  7. Após a resolução de uma disputa ou audiência, ambas as partes em uma ação disciplinar têm o direito de apelar da decisão ao Capitão da Legião da Guarda dentro de 30 dias. Veja as diretrizes operacionais para procedimentos de apelação.

Artigo XI: Protocolos Operacionais

  1. Os protocolos de operação são regras, processos e procedimentos adicionais para gerenciar operações regulares, fornecer diretrizes e instruções. Os Protocolos de Operação estabelecem expectativas de ações e comportamentos na e para a Legião e seus membros e trabalham em uníssono com a Carta da Legião. Os Protocolos de Operação são encontrados no documento intitulado Operação de Protocolos.
  2. Emendas, alterações ou revogação dos Protocolos de Operação podem ser propostas por membros ativos da Legião ao seu Representante do Conselho da Legião.
  3. O Conselho da Legião irá rever, aceitar / rejeitar e redigir quaisquer alterações propostas aos Protocolos de Operação.
  4. Propostas completas serão apresentadas pelo Conselho da Legião aos membros da Legião para ratificação.
  5. Emendas aos Protocolos de Operação exigem que uma maioria simples dos membros votantes passe.
  6. Se aprovada, a proposta é incorporada aos Protocolos de Operação e entra em vigor imediatamente após a conclusão da votação.